terça-feira, 15 de janeiro de 2019

Capinzal: Cadela é resgatada após mulher descobrir vídeos onde o companheiro aparece cometendo zoofilia

Capinzal – Um caso chocante ocorrido no interior de Capinzal chegou ao conhecimento da Ong Faunamiga. Uma cadela foi resgatada na tarde desta segunda-feira (14) por uma equipe de voluntárias e com apoio da Polícia Militar. Segundo as informações, o animal foi vítima de zoofilia. Tudo começou no dia anterior, neste domingo (13) quando a PM foi acionada para atender uma briga de casal. Conforme as informações, a desavença iniciou após a mulher ter flagrado o homem, de 31 anos, no porão da casa, cometendo zoofilia.
Revoltada, a mulher foi tirar satisfação com o companheiro e partiu para cima dele, no começo da madrugada. Quando os militares chegaram ao local verificaram que o agressor estava contido por populares. O homem apresentava escoriações pelo corpo e por isso foi acionado o Corpo de Bombeiros. Ele foi conduzido ao Hospital Nossa Senhora das Dores para atendimento médico.
A mulher relatou que o marido tentou matá-la com uma faca, que chegou a passar o objeto em seu pescoço, porém, no momento os filhos gritaram e ele saiu. Não satisfeito, teria retornado, mas acabou contido por populares até a chegada da polícia. Os envolvidos foram conduzidos até a Delegacia de Polícia de Joaçaba. A pedido de familiares a localidade não será informada.
O caso de maus-tratos foi levado ao conhecimento da Ong Faunamiga. Os vídeos foram encaminhados à polícia como prova. O homem não estava em casa. O animal estava amarrado e ficou aos cuidados da Ong para que fossem feitos exames para comprovar os maus-tratos. A PM registrou o boletim de ocorrência. Exame feito por veterinária diagnosticou lesões na região vaginal e no útero da cadela. A Ong acompanha o caso e os procedimentos cabíveis para a responsabilização do autor.
Fonte: Michel Teixeira

Um comentário:

  1. Meu deus ele é um monstro tendo uma mulher em casa e fazer isso e ainda mora na mesma comunidade q eu. Quero distância de uma pessoa assim.

    ResponderExcluir