quarta-feira, 2 de janeiro de 2019

Shows e fogos marcam a virada de ano em Piratuba

A chegada de 2019 movimentou Piratuba. A assessoria de imprensa do município divulgou que 32 mil pessoas participaram. De acordo com a Polícia Militar, nas ruas, o público estimado foi de 28 mil. Nas redes sociais que participamos, as pessoas não falaram em números exatos, porém, achavam que o número de pessoas esse ano era menor que o ano anterior e estavam mais espalhadas pela avenida. Em 2018, foram cerca de 20 mil, segundo a Prefeitura de Piratuba e a Polícia Militar.

Diversos shows aconteceram. No palco público, show sertanejo, Dj e a Banda Sabor do Som. Diversos hotéis apresentaram aos seus hóspedes shows com bandas.

A soltura dos fogos foi o principal momento da noite. Na média, foram 12 minutos de espetáculo. A assessoria de imprensa da Prefeitura divulgou 16 minutos. Já nas redes sociais foi quase unanimidade o tempo de 11 minutos.

De acordo com a assessoria de imprensa de Piratuba, a rede hoteleira está operando na capacidade máxima de leitos. Não conseguimos dados relativos a movimentação das casas e apartamentos para veraneio.

Na questão de segurança, principalmente nas vias públicas, nenhum caso grave registrado. Foram registrados seis atendimentos pré-hospitalares pelos bombeiros.

Polêmica

O número de pessoas na virada, segundo a assessoria de imprensa de Piratuba, foi 32 mil. Esse número foi motivo de muitas discussões em redes sociais e grupos de pessoas. Os números divulgados pelos organizadores e técnicos quase sempre divergem, o que é normal. Os cálculos mais aceitos para locais públicos (ruas), segundo diversos estudiosos, é de 3 a 4 pessoas por metro quadrado. E ainda precisam ser descontados locais com construções, espaços de circulação, locais onde as pessoas estão sentadas, locais proibidos, automóveis, entre outros.

O instituto de pesquisa DataFolha sugere a seguinte forma de contagem. A partir de uma foto aérea, se calculam os metros quadrados do local. O instituto considera que sete pessoas podem ocupar 1m², exceto em festas e manifestações ao ar livre. Em eventos de rua, esse número é 4/m². Depois é necessário descontar o espaço não ocupado e a área de circulação de pessoas. Mesmo assim, esse cálculo é superestimado.

Fonte: Jornal Comunidade
Foto: Ernoy Mattiello / Vídeo: Garcia




 

Nenhum comentário:

Postar um comentário