quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Projeto da feirinha do artesanato continua em debate pelos vereadores de Piratuba

O projeto legislativo de regularização da Feira do Artesanato que acontece na Rua 13 de Março, em Piratuba, voltou a pauta do poder legislativo na sessão do dia 20 de agosto, depois de receber uma alteração em seu conteúdo.

Segundo a leitura do secretário da casa, Jonatan Spricigo (PT), o primeiro artigo sofreu uma alteração, e, a partir de agora, somente poderão expor e vender na feira artesãos residentes e domiciliados no município de Piratuba. Porém, a Fundação de Cultura e Eventos terá o poder de convidar artesãos de outras cidades para participar da feira. Ainda, segundo a leitura, cabe a Fundação a coordenação da atividade.

Um ponto ainda polêmico é o local da atividade. Hoje a feira acontece na Rua 13 de março, em frente ao Hotel Tirolesa. Na mudança da proposta, cabe ao poder Executivo essa decisão através de decreto, inclusive se está for realizada em outra área do município.
O vereador Jhonny lembrou que a feira existe há muitos anos. “A questão se polemizou despois que apresentamos o projeto na casa. O que queremos é apenas regularizar a situação que vem se arrastando há anos. Pontos de vista diferentes vão existir, o que precisamos é resolver”, explicou na palavra livre.

A CDL encaminhou um ofício ao poder Legislativo apoiando a realização da feirinha, mas preocupada com a questão do espaço, já que atualmente ela é realizada na rua sem nenhum tipo de orientação por parte dos agentes de trânsito. Carros, pessoas e barracas ocupam o mesmo espaço.

A vereadora Marli pediu vistas do projeto. Ela tem 15 dias para reavaliar as mudanças propostas. A partir de então o projeto volta para o plenário para ser votado.


Nenhum comentário:

Postar um comentário