terça-feira, 20 de agosto de 2019

Vereadores de Marcelino Ramos não autorizam prefeitura contrair empréstimo de R$ 1,5 milhão para pavimentação de ruas

Os vereadores de Marcelino Ramos rejeitaram por maioria na noite desta segunda-feira (19) em segunda e última votação o polêmico Projeto de Lei onde o poder executivo municipal pedia autorização da Câmara para contrair empréstimo no valor de R$ 1 milhão e 500 mil reais para pavimentar diversas ruas na área central da cidade e também no bairro Balneário. O financiamento seria contraído junto a Caixa Econômica Federal (CEF). O valor seria pago em 10 anos, com prazo de carência de 24 meses, e com parcelas com valores entre R$ 15 e R$ 30 mil reais. No final do prazo, segundo cálculo dos vereadores da oposição, o município pagaria cerca de R$ 1 milhão de juros.

O projeto encaminhado pela prefeitura tramitou pela Câmara durante dois meses e rendeu muita polêmica. A bancada de situação defendia a aprovação por entender que o município tem capacidade para assumir o compromisso financeiro e que seria uma oportunidade para viabilizar a pavimentação de ruas. O prefeito encaminhou um documento à câmara informando as ruas que seriam beneficiadas com o pavimentação por asfalto, entre elas a João da Silveira, Erechim, Meireles Leite, Silva Jardim entre outras. Também estava prevista, segundo informado na câmara nesta segunda-feira, trechos nos distritos de Suzana e Coronel Teixeira.

A bancada de oposição votou contra em razão de dúvidas com relação por exemplo a empresa que seria contratada para executar a obra, a durabilidade/qualidade do material  que seria usado, a extensão das ruas que seria pavimentadas, entre outros questionamentos que surgiram durante o debate. Também foi questionado o fato do financiamento a longo prazo, 10 anos e os juros.

Votaram contra o projeto os vereadores: Antônio Carlos, Luciani Baptista, Eliane Lanzana, Valdecir de Vargas e Sérgio Alexandri.

A favor se posicionaram: Damiana Mendes, Ademir Antoninho Momo e Ênio Witman.

A reunião de segunda-feira foi marcada por debate acolorados de ambos os lados que tentaram justificar seus posicionamentos.

Fonte: Portal Marcelino

Nenhum comentário:

Postar um comentário