segunda-feira, 16 de setembro de 2019

Ameaça com facão foi uma das ocorrências registrada pela PM nesta segunda-feira

Quatro ocorrências movimentaram o setor de segurança pública nesta segunda-feira (16) em Capinzal.

Por volta das 9 horas a guarnição foi acionada para deslocar-se até a comunidade de Linha Lindenberg, interior de Capinzal para atender ocorrência de difamação e calúnia.

Chegando ao local foi conversado com os envolvidos, o senhor J.S. de A. e seu funcionário A.T.R.

O primeiro contou que ao chegar no núcleo de aviários da família, visualizou que seu funcionário estava carregando aves que deveriam ser eliminadas em um veículo, fato este não aceito pela empresa integradora.

Após o flagrante acabou discutindo com o funcionário e imputando-lhe falso crime de roubo. A.T.R relatou que o filho sabia que iria pegar as aves, assim acabou discutindo com o senhor J.S de A., e acabou difamando-o, além de relatar que seu chefe havia vendido ração por fora, fato esse também não aceito pela empresa integradora.

Diante dos fatos, a guarnição realizou o levantamento fotográfico e confeccionou o boletim de ocorrência.

No final da manhã a Polícia Militar registrou furto em um prédio que está sendo construído na Rua Carmelo Zocolli, centro.

Um funcionário disse que seu armário foi arrombado e do interior subtraído R$500 em espécie.

Diante dos fatos a guarnição realizou o levantamento fotográfico, orientou a vítima e confeccionou o boletim de ocorrência.

A guarnição em rondas, por volta das 13h24min, na Rua Carmelo Zocolli, esquina com a Rua Delvino Fracasso, visualizou uma motocicleta Yamaha /YBR 125 sendo conduzida por um homem sem o capacete.

De imediato foi realizada a abordagem. Em busca pessoal nada de ilícito foi encontrado com o condutor. Em consulta junto ao sistema SISP foi constatado que o mesmo não possui Carteira Nacional de Habilitação e a moto com o licenciamento atrasado.

Além do mais, a motocicleta encontrava-se com o pneu traseiro liso, sem um retrovisor, sem os freios, descarga estourada e placa de identificação quebrada.

Diante dos fatos a guarnição realizou o levantamento fotográfico, confeccionou as notificações cabíveis, removeu o veículo ao pátio do guincho credenciado e confeccionado o boletim de ocorrência.



Por volta das 15h30min a guarnição deslocou até a Avenida José Leonardo dos Santos. W.F.T.F. relatou que A. de A.P. correu atrás dele com  um facão afirmando querer matá-lo.

A guarnição realizou a abordagem de A. de A.P em frente a sua residência. Ele confirmou que correu atrás de W.F.T.F., porém, só manuseou o facão em frente a sua residência.

Diante dos fatos a guarnição apreendeu o facão, realizou o levantamento fotográfico e após devidamente compromissado em comparecer em audiência no juízo especial A. de A.P. foi liberado.

Fonte: Rádio Capinzal


Nenhum comentário:

Postar um comentário