sábado, 12 de outubro de 2019

Polícia Militar de Capinzal registrou seis ocorrências na noite de sexta e madrugada de sábado

Por volta das 19h30min de sexta-feira (11) a Polícia Militar foi acionada para verificar uma agressão no âmbito de violência doméstica, em que o neto teria agredido sua avó, na Vila 7 de Julho, em Capinzal

Chegando ao local foi conversado com a senhora I. T., a qual informou que seu neto, W. S. T. L. F., havia lhe dado um chute na canela, além de ter jogado suas roupas pela casa, dado socos nas paredes e ameaçado que iria lhe matar. Isso ocorreu devido ao seu neto ter achado que ela tinha pego seus cigarros o deixando agressivo.

A filha da solicitante informou que a senhora faz uso de medicamentos controlados e não havia tomado eles corretamente ultimamente, sendo que isso estava prejudicando o psicológico dela. O autor dos fatos não estava mais no local. Não foi identificado qualquer sinal de agressão em I. T., mesmo assim foi oferecido atendimento pelo bombeiro, o qual foi recusado.

Por volta das 23h45min de sexta-feira (11), em rondas na Rua Carmelo Zocoli, a guarnição PM visualizou um masculino de roupa escura tentando se esconder nas sombras. Quando ele percebeu a viatura se aproximando empreendeu em fuga correndo.

Porém, os militares conseguiram abordar o masculino, que foi identificado como D. A. R. Através da busca pessoal realizada, foi encontrado cerca de R$ 250,00 em espécie, 6,9 gramas de um pó branco semelhante a cocaína, o qual o indivíduo alegou ser bicarbonato de sódio, porém a guarnição não possuía dos meios para definir precisamente o que era a substância no momento.

Próximo ao local da abordagem, foi encontrado no chão 5,4g de maconha, que segundo D. A. R. era para consumo pessoal. Diante dos fatos, a guarnição apreendeu as 5,4g de maconha, confeccionou o termo circunstanciado e compromissou o autor a comparecer em audiência com data marcada.

Por volta da 00h10min de sábado (12), a guarnição PM foi acionada para deslocar-se até a Rua Paulo Henrique Molineti, a fim de atender uma ocorrência de ameaça.

F. V. relatou que foi ameaçada por seu vizinho C. C., além do mais, o masculino teria proferido palavras de baixo calão contra ela. No entanto, o autor dos fatos não estava mais no local. Sendo assim, os militares confeccionaram o boletim de ocorrência e orientaram a vítima.

Por volta das 00h40min de sábado (12), a guarnição foi acionada para atender uma discussão de casal. No local, foi conversado com a senhora J. S. L., a qual informou que discutiu com seu ex-namorado, G. L. F.A discussão se deu dentro do seu carro, um Peugeot/206. Sendo que, o masculino aproveitou que a chave do carro estava no console e a pegou, saindo correndo em seguida. Foi efetuado rondas, porém ele não foi encontrado. O veículo ficou estacionado próximo a residência de J. S. L.

Por volta da 01h00min de sábado (12), a guarnição policial em rondas no Acesso à Cidade Alta, visualizou um veículo VW/GOL 1.0 realizando uma ultrapassagem em local não permitido pela sinalização, sendo que de imediato foi realizado a abordagem do referido veículo, o qual estava sendo conduzido pelo Sr. A. L. D.

Ao desembarcar do veículo o condutor relatou aos militares que estava com a carteira nacional de habilitação vencida e que o veículo estava com o licenciamento atrasado. Além disso, como o condutor estava falante a guarnição ofereceu a ele o teste de alcoolemia, procedimento que foi recusado pelo mesmo.

Diante dos fatos, a guarnição realizou o levantamento fotográfico, confeccionou o boletim de ocorrência e as notificações cabíveis, removeu o veículo ao pátio do guincho credenciado e liberou o condutor no local.

Por volta das 03h40min de sábado (12), a guarnição em rondas na Rua Ernesto Hachman, próximo a uma casa de shows, avistou um veículo, GM/Chevette transitando em alta velocidade e no sentido oposto da via. Sendo assim, iniciou-se o acompanhamento.

O condutor do veículo passou a empreender fuga, transitando em alta velocidade pelas ruas do centro, que estavam movimentadas devido a festas noturnas. Foi pela contramão de direção na Rua Carmelo Zocolli, em frente ao Fórum da Comarca. Adentrou na rua Dona Maria Angélica Almeida e passou no sinal vermelho no cruzamento com a Rua Nereu Ramos. Continuou em alta velocidade até parar na rua José Cadorim, no pátio do ginásio municipal.

Após a abordagem, foi identificado o condutor como sendo o L. F. o qual apresentava sinais evidentes de embriaguez, tais como, olhos vermelhos, odor etílico, desordem nas vestes, corroborando assim sua forma imprudente de conduzir o veículo, colocando em risco a coletividade.

Foi oferecido o teste de alcoolemia ao condutor, que por sua vez, recusou-o. Diante dos fatos, foi confeccionado o auto de constatação de embriaguez e dado voz de prisão a L. F., por fim, este teve o veículo recolhido ao pátio do guincho credenciado.

Fonte: Rádio Capinzal


Nenhum comentário:

Postar um comentário