quarta-feira, 4 de dezembro de 2019

Vereadores Jhonny e Mareci questionam o fim da cobrança do exame médico nas termas de Piratuba

O fim da cobrança dos exames médicos para entrada nas piscinas termais de Piratuba foi tema de debate na sessão da Câmara de Vereadores na terça-feira, dia 03. Nem todos os vereadores se manifestaram.

Desde o dia 25 de novembro, por decisão da empresa que administra as termas, a Cia Hidromineral de Piratuba, o exame médico obrigatório para entrar nas piscinas deixou de existir. A própria empresa divulgou nota dizendo que a decisão foi tomada com base em estudos realizados e comparativos com balneários da região.

O vereador Jhonny (PT) registrou que faz parte do Conselho Fiscal da empresa e que ficou surpreso com a mudança. “Fiquei sabendo através da imprensa! Fico triste por não saber isso através da própria empresa. Vou cobrar essa situação com certeza”. Jhonny ainda lembrou que conversou com várias pessoas sobre o assunto e a grande maioria se posiciona contra a decisão tomada pela presidência da empresa. “O assunto precisava ser melhor discutido. Vamos levar para a assembleia dos acionistas em abril de 2020. O exame médico deveria ser mantido e os problemas com os médicos resolvidos”. Ele ainda lembrou que houve um reajuste no valor dos ingressos, ou seja, a parte que a Cia Hidromineral ganhava sobre os exames, passou a ser cobrada no valor do ingresso.

A vereadora Mareci (PSD) também se mostrou preocupada com a situação. “Não estou criticando, estou realmente preocupada. Não podemos comparar Piratuba com balneários vizinhos, aqui passa muita gente, o movimento é muito maior. Esse exame era um diferencial na questão da qualidade”. Mareci acredita que a decisão foi precipitada. “Espero que isso não prejudique o turismo de Piratuba, que é uma das principais atividades econômicas de nossa cidade”.  De acordo com ela, a repercussão, por enquanto, não é positiva.

O vereador Evelasio (MDB) disse que acompanha as discussões. “Também ouvi questionamentos. Alguns apoiando e outros colocando em dúvida a mudança, principalmente na questão de propagação de doenças. Acho que isso precisa um estudo melhor”, registrou.

A mudança provocou reações favoráveis e contrárias na comunidade e também entre turistas, registradas nas redes sociais.



Um comentário:

  1. Acho um absurdo tem tirado exames medicos pois temos filhos pequenos e muito mais sensivel a pegar doenças eu penso q sim um lugar quase seguro mas agora não tenho serteza como com serteza muitos deixaram de frequentar as aguas por insegurança devia ser sim pensado com mais carinho sobre a saúde de todos nós

    ResponderExcluir