quinta-feira, 19 de março de 2020

"Oficialmente, o corpo ainda não foi identificado", informou o chefe do IGP

Um corpo foi localizado no Rio do Peixe que corta os municípios de Capinzal e Ouro no começo da tarde desta quinta-feira (19). Dois pescadores que encontraram o cadáver acionaram a Polícia Militar pouco antes das 13 horas. A Polícia Civil acompanhou a ocorrência.

A área foi isolada e a equipe do Instituto Geral de Perícias (IGP) fez o levantamento fotográfico e pouco antes das 15 horas, com apoio do Corpo de Bombeiros, fizeram a retirado do corpo e depois foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Joaçaba onde passará por necropsia.

Conforme as informações apuradas pela reportagem da Rádio Capinzal, o corpo estava preso sobre uma pedra no meio do rio, na região da Vila São José. Devido o avançado estado de decomposição ainda não foi possível fazer a identificação.

A Polícia Civil esteve em contato com familiares de Jackson Luiz Gomes de Souza que está desaparecido desde sábado (07). Algumas características no cadáver, como tatuagem, piercing na boca e fita de uma casa de shows no braço indicam para o jovem.

Na noite desta quinta-feira (19) o perito criminal e chefe do IGP de Joaçaba, Alexandre Tobouti, informou à reportagem da Rádio Capinzal que foi feita a coleta das digitais para tentar a necropapiloscopia (comparação das digitais). Caso não seja possível, será feita a identificação pela arcada dentária com os Peritos Odonto Legistas.

"Oficialmente, o corpo ainda não foi identificado", informou Tobouti.

Informações: Rádio Capinzal



Nenhum comentário:

Postar um comentário