segunda-feira, 20 de abril de 2020

SINGELAS LIÇÕES DO CONFINAMENTO

SINGELAS  LIÇÕES DO  CONFINAMENTO
Nestes últimos quinze dias, fui obrigado a recolher-me em casa com os meus entes queridos. Como todos sabem, é uma imposição decorrente da pandemia provocada pela COVID-19. E, nesse período, pensei muito na minha trajetória de vida. Se eu superar essa pandemia, e eu rezo e farei tudo para que isso aconteça, a minha vida será diferente. Ela nunca mais será a mesma. Somos uma mera passagem nessa vida terrestre. 
Estamos aqui, mas, a qualquer momento, poderemos partir rapidamente. Isso pode ocorrer sem nos dar qualquer tempo de dizer uma palavra para as pessoas que amamos. Ou pedirmos desculpas para aquela pessoa que ofendemos e agredimos, tudo por conta da nossa arrogância e impiedade. 
Aprendi que precisamos ser cada vez mais humildes. Os exemplos são gigantescos de pessoas (famosas e ricas) cujas vidas foram ceifadas pela COVID-19 sem que ao menos os seus entes queridos pudessem lhes oferecer um abraço no hospital, nos últimos momentos de vida; ou após a morte, um velório de forma decente e honrada. Isso demonstra que precisamos praticar cada dia mais a humildade perante os nossos semelhantes, pois, independente de nossas posses materiais, somos todos iguais e filhos do mesmo Pai. 
Também não podemos adiar nada na vida. Aquilo que é significativo para você faça hoje. Amanhã pode não existir. Pode ser tarde demais. Faça a sua viagem; abrace hoje quem é importante na sua vida; dedique hoje o tempo de sua vida para as pessoas que você ama. Um ser invisível, como a COVID-19, pode te levar embora e você não terá uma segunda chance. 
O dinheiro que foi acumulado; os imóveis adquiridos com muito esforço; nada disso terá qualquer valor se você não fizer aquilo que vale a pena nessa vida. Viva sua vida todos os dias na plenitude espiritual, mental e física. Viva cada dia como se fosse o último de sua existência terrestre. Valorize os seus entes amados; reze, viaje e voe; faça caridade todos os dias; semeie flores, bondade e amor. 
Não importa o quanto você tem de dinheiro; não interessa a sua influência política, econômica ou social; não interessa a sua origem, sua ideologia ou religião. Você é um ser único e especial. Deus te deu uma passagem rápida aqui. E essa sua passagem só tem sentido se você deixar amor, fraternidade e exemplos positivos para todas as pessoas que passarem pela sua vida.

Fonte: Rádio Capinzal

Nenhum comentário:

Postar um comentário