quarta-feira, 20 de maio de 2020

Escola de Piratuba transforma em compotas frutas e verduras. Excedente será comercializado virtualmente

Na Escola Marechal Câmara, que fica na comunidade de Uruguai, interior de Piratuba, as tias da cozinha, como são carinhosamente chamadas as servidoras, não arredaram o pé do fogão nos últimos dias dedicados a produção de compotas.

Os pomares e a horta estão em plena safra de legumes, frutas e verduras. Sem aproveitamento para o lanche, já que as aulas estão suspensas, a escola decidiu transformar a colheita em conservas.
“O resultado é recompensador. São deliciosas compotas armazenadas em recipientes de vidro, que só devem ser abertas quando a garotada voltar para a sala de aula”, contaram as servidoras Tania mendes e Fátima Bergamo. “A rotina de trabalho cuidando dos espaços de cultivo, sabendo que na natureza, nada se perde, tudo se transforma, continua a todo vapor”, explicou o responsável pela horta, Alexandre da Silva.

Com a impossibilidade da realização de eventos, a diretora, Eni Martinazzo, já estuda a possibilidade da venda virtual do excedente da produção da escola para conseguir aqueles recursos extras do ano para investir no educandário.

Ernoy Mattiello/ Redação



Nenhum comentário:

Postar um comentário