segunda-feira, 1 de junho de 2020

Homem de Ipira é preso por posse ilegal de arma de fogo e cativeiro de pássaros silvestres

Um homem foi preso pela Polícia Militar Ambiental de Joaçaba por posse ilegal de arma de fogo e por ter pássaros silvestres em cativeiro, sem a autorização. O fato ocorreu no domingo, dia 31, na Linha Filadélfia, interior de Ipira.

Os polícias foram até o local para verificar uma denúncia ambiental, pois segundo informações, um homem possuía em sua residência pássaros em cativeiro e armas de fogo.

No local, os policiais verificaram a existência de alguns pássaros nativos acondicionados em gaiolas penduradas na parte externa da residência. Foi possível ainda verificar a existência de outras gaiolas com pássaros no interior do imóvel, ao adentrar à residência para efetuar apreensão dos pássaros, já que se tratava de flagrante delito, os militares localizaram algumas munições de espingarda calibre.32 em uma cartucheira de couro.

Com intuito de localizar a possível espingarda e demais munições os policiais continuaram as buscas no interior do imóvel. Foram encontrados um total de 23 cartuchos de espingarda calibre .32 recarregados e quatro estojos vazios. Além disso, foi localizada uma espingarda calibre. 32, marca Rossi, a qual o proprietário não possuía registro.

Foi dado voz de prisão ao homem por posse ilegal de arma de fogo de uso permitido. O individuo, juntamente com os materiais apreendidos, foram conduzidos à Delegacia de Polícia Civil de Joaçaba, para as providências cabíveis.

Os pássaros, gaiolas e armadilhas foram encaminhadas a sede do Pelotão de Polícia Militar Ambiental de Joaçaba para os procedimentos administrativos cabíveis. Os pássaros foram identificados como sendo cinco azulão (Cyanoloxia Brissoni), três trinca-ferro (Saltator Similis) e dois coleirinha (Sporophila Caerulescens).


Fotos: Polícia Militar Ambiental de Joaçaba



Nenhum comentário:

Postar um comentário