quarta-feira, 3 de junho de 2020

Peritiba - Com Circo parado, público é que faz o “espetáculo” da solidariedade

Depois da matéria publicada pelo Jornal Comunidade na quarta-feira, dia 20, que mostrou a situação difícil do Circo Pop Star, que está instalado em Peritiba há mais de dois meses sem poder fazer apresentações em função da pandemia, muitas pessoas fizeram doações. De acordo com os responsáveis pelo Circo, o “show” está sendo feito pela população, que abraçou a causa e está ajudando.

No total, 28 pessoas, entre adultos e crianças, fazem parte do Circo. Desde que começou a pandemia os artistas não puderam mais fazer os espetáculos e consequentemente não houve mais renda para o Circo. O proprietário, Cláudio Rodrigues Bombazar, chegou a relatar que a comida estava acabando, na última semana. “Olha a gente não tem palavras para agradecer. As pessoas estão nos ajudando. Já nos trouxeram comida, roupas e fraldas para nossas crianças, roupas de cama, cestas básicas, leite, entre outros produtos”, agradece ele.

Bombazar registra que a situação mobilizou pessoas de toda a região. “Recebemos doações aqui da comunidade de Peritiba, pessoas de Concórdia, de Ipira, Piratuba, Capinzal. Também recebemos alimentos da Banda Cia Musical, ou seja, o pessoal está realmente sensibilizado com nossa situação e nossa família do Circo não tem palavras para agradecer”, ressalta. “Vocês realmente estão fazendo a diferença em nossas vidas”, destaca o proprietário.

Sem previsão de poder voltar a realizar os espetáculos para o público, de forma tradicional, o Circo segue com uma campanha para arrecadar dinheiro. Através da plataforma Kickante. Quem quiser doar, deve acessar o www.kickante.com.br/campanhas/campanha-circo-pop-star. O valor mínimo da doação é de R$ 10,00. Cláudio Rodrigues explica que o dinheiro arrecadado servirá para custear outras despesas do Circo e é como se fosse um ingresso virtual. “No final da campanha a gente vai fazer um grande espetáculo através de uma live para o nosso público. Desde já a gente agradece a cada um que puder colaborar”, finaliza.

Cristiano Mortari/ Jornal Comunidade


Nenhum comentário:

Postar um comentário