sexta-feira, 31 de julho de 2020

Municípios do Alto Uruguai Catarinense irão emitir novos decretos com vigência até dia 07 de setembro

Prefeitos estiveram reunidos na manhã de ontem, 30 de julho para avaliar as ações e restrições em vigor na região para o momento epidemiológico e, deliberar diante a nova classificação de risco potencial da região que passou para Risco Potencial Gravíssimo, conforme Alerta COES-SC 042, emitido no dia 28 de julho de 2020. Foi unanime a decisão dos gestores em manter as atuais restrições e ampliar algumas medidas de enfrentamento a COVID-19 até 7 de setembro.

A região do Alto Uruguai Catarinense entrou no alerta vermelho devido a transferência de pacientes de outras regiões ao Hospital São Francisco, pelo esgotamento da capacidade instalada de leitos UTI COVID-19 em seus municípios de origem. Diante desta situação, o COES-SC emitiu parecer para que a região adotasse medidas mais restritivas do que as que já estavam em vigor para evitar um colapso no sistema de saúde.

As proposições dos Prefeitos foram remetidas ao COES Regional que em reunião realizada ainda na tarde de ontem (30), analisou e aprovou o texto com algumas inclusões. Diante da deliberação da Comissão, a CIR Alto Uruguai Catarinense, homologou as medidas propostas e na tarde desta sexta-feira (31), encaminhou para o conhecimento do COES Estadual, conforme estabelece portaria SES 464/2020.

Agora compete a cada município elaborar os seus decretos e de acordo com a sua realidade adequar as medidas e incluir outras que julgar necessário. Com esses encaminhamentos a região cumpriu o que determina o programa de regionalização e descentralização de enfrentamento à Covid-19 no estado de Santa Catarina.

Deliberação medidas restritivas AMAUC

Fonte: AMAUC


Nenhum comentário:

Postar um comentário