quinta-feira, 5 de novembro de 2020

Boletim de ocorrência registra violação de correspondência em Piratuba

A coligação "Prontos para um novo Tempo" – MDB/PL, registrou um boletim de ocorrência na Delegacia de Polícia Civil do município, após tomar conhecimento sobre a violação e destruição de seu material de campanha. O material foi entregue no último final de semana. Um pedido de providências também foi encaminhado à Justiça Eleitoral.


De acordo com o representante da coligação, Carlos Wunder, “prints” de um grupo de WhatsApp chamado “55 – A força do povo mulher” – PSD/PSL, não deixam dúvidas de que houve pelo menos dois crimes, de violação de correspondência e destruição de material de campanha por motivo fútil. Cópias foram entregues as autoridades policiais. 


Em um dos “prints”, uma professora diz: “Acabamos de fazer um limpa na caixa de correio do prédio”. Em um outro, aparece a imagem de um vídeo em que o material de campanha é queimado.


Dezenas de “prints” foram feitos do grupo “55 – A força do povo mulher”. Ao Portal Magronada foram entregues mais de 30. Há um áudio de uma integrante fazendo ameaças as demais companheiras do grupo também.


Crime de violação de correspondência

Violação de correspondência

Art. 151 - Devassar indevidamente o conteúdo de correspondência fechada, dirigida a outrem:

Pena - detenção, de um a seis meses, ou multa.

Sonegação ou destruição de correspondência

§ 1º - Na mesma pena incorre:

I - quem se apossa indevidamente de correspondência alheia, embora não fechada e, no todo ou em parte, a sonega ou destrói;





Nenhum comentário:

Postar um comentário