sexta-feira, 18 de dezembro de 2020

Termas de Piratuba reabrem com capacidade de atendimento menor que 50%

De acordo com as modificações propostas na nova matriz de risco e a portaria assinada pelo governador Carlos Moisés da Silva nesta quinta-feira, dia 17, parques aquáticos e complexos de águas termais voltam a funcionar com ocupação de até 50% a partir de hoje, dia 18 de dezembro.


A Companhia Hidromineral, que administra as Termas de Piratuba, reabriu o parque e o complexo 2 de piscinas. O complexo 1, conhecido também por chuveirinhos, continua fechado e em reforma há mais de quatro meses. Recentemente, a vereadora Marli cobrou explicações sobre o andamento da obra, que avança em plena temporada de verão e não tem definição de conclusão precisa. “Com a pandemia, se tivesse todas as piscinas funcionando, poderíamos realmente trabalhar com 50% da capacidade e isso todos nós sabemos que faz diferença nesse momento”, disse.


A CDL e comerciantes locais também faziam pressão para que o parque reabrisse e tivesse outra classificação na matriz de risco. “Acionamos diversos deputados e autoridades cobrando a abertura do parque. É injusto que Piratuba ficasse com seu parque termal fechado enquanto que outros da região e até praias estivessem recebendo turistas. Torcemos para a situação melhorar, mas essas indefinições atrapalharam nossa temporada de verão. É preciso ter um mínimo de planejamento, mesmo durante a pandemia”, registrou o presidente da CDL, Juliano de Oliveira.


A prefeitura de Piratuba, no dia 7 de dezembro, cancelou todas as atividades de réveillon, incluindo o show de fogos e shows musicais que aconteceriam na rua. 


Os hotéis, que agora podem trabalhar com a capacidade máxima de lotação, terão programações internas para seus hospedes, incluindo ceias de natal e ano novo.


Arthur Schreiner



Nenhum comentário:

Postar um comentário