segunda-feira, 8 de abril de 2019

Homem que teria simulado cárcere privado para incriminar ex-companheira é denunciado pelo MP

Piratuba – O homem de 34 anos que teria simulado cárcere privado em Piratuba para incriminar a ex-companheira foi denunciado pelo Ministério Público por suposta denunciação caluniosa. O caso aconteceu por volta das 10h do dia 5 de dezembro de 2017 na Rua das Flores, no centro de Piratuba.

Segundo a denúncia do MP, o acusado teria dado causa à instauração de inquérito policial contra a ex-companheira imputando-lhe crime de que sabia ser inocente. Conforme os autos, o denunciado teria adentrado no apartamento da vítima e, amordaçado com uma meia, com as mãos e pés amarrados, dirigiu-se até a varanda do apartamento, a fim de ser percebido pelas pessoas que passavam pelo local.

Ainda de acordo com o MP, em seguida, ao perceber que a Polícia Militar aproximava-se do prédio, adentrou no apartamento e simulou estar inconsciente. Após o atendimento pela Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, disse em depoimento ter sido dopado e imobilizado pela ex-companheira, bem como ter permanecido por cerca de dois dias inconsciente, embaixo da cama de um dos quartos da residência.

Diante disso ele foi denunciado com base no artigo 399, caput, do Código Penal, que prevê pena de reclusão, de 2 a 8 anos, e multa. Ele foi intimado através de edital para responder à acusação formalmente com prazo estipulado pela Justiça.

Fonte: Michel Teixeira


Nenhum comentário:

Postar um comentário