quinta-feira, 4 de julho de 2019

Dupla suspeita de roubar dono de bar é presa preventivamente em Capinzal

A Polícia cumpriu na manhã desta quinta-feira (04) mandados de prisão preventiva contra dois suspeitos do roubo ao dono de um bar em Capinzal. O crime ocorreu no dia 21 de junho, próximo ao salão comunitário do Bairro São Cristóvão.

Conforme a delegada da comarca, Fernanda Gehlen da Silva, ainda na noite do crime, em um trabalho conjunto entre policiais civis e militares, os autores haviam sido identificados, mas pela insuficiência de elementos de provas, não foi possível efetuar a prisão em flagrante.

As equipes deram continuidade as investigações até que conseguiram produzir as provas necessárias e em seguida foi representada pela prisão preventiva, tendo o Poder Judiciário deferido. São dois rapazes, moradores de Capinzal, que permanecem recolhidos no Presídio de Joaçaba durante os trâmites do processo.

Relembre

Sexta-feira, 21 de junho, era por volta das 23 horas quando Darci Lopes, sua filha e sua neta seguiam para casa depois de mais um dia de trabalho no seu bar, localizado ao lado do salão comunitário do bairro São Cristóvão.

Poucos metros do estabelecimento eles foram surpreendidos por três encapuzados. Armados com uma faca os meliantes ameaçaram de morte caso não entregasse a sacola. Dentro dela havia R$ 6,4 mil em espécie e R$ 4 mil em cheques.

Darci revela que os criminosos cobriram a cabeça dele e da filha, derrubaram no chão e em seguida puxaram a sacola, cortaram a alça e fugiram com o dinheiro. Como estavam encapuzados não foi possível identificá-los. “Na próxima safra eu te mato veinho”, disse um dos meliantes ao apertar o nariz da vítima.

Lopes acredita que os envolvidos tinham conhecimento de sua rotina e principalmente da quantia que levava. Revelou ainda que o dinheiro roubado seria utilizado para pagar o funeral da esposa que faleceu há pouco tempo.

Assim que tomou conhecimento do fato, a Polícia Militar, com apoio do P2 e da Polícia Civil, deu início as diligência, sendo que os assaltantes teriam fugido em direção a um potreiro, acesso ao Loteamento Parizotto. Algumas abordagens foram feitas, mas sem provas de quem os mesmos teriam participado do roubo, foram liberados.

Fonte: Rádio Capinzal


Nenhum comentário:

Postar um comentário