quarta-feira, 28 de agosto de 2019

Vereador de Piratuba sugere jornada reduzida para servidores municipais que têm filhos especiais

O vereador José Celso da Silva (Celsinho) encaminhou nesta semana, uma moção de apelo à Prefeitura de Piratuba, solicitando que servidores municipais que têm filhos com necessidades especiais, tenham a carga horária de trabalho reduzida. A moção foi aprovada por unanimidade na Sessão de terça-feira, dia 27.

Celsinho contou ao Jornalismo da Aliança que conhece a situação de servidores que têm filhos com necessidades especiais, e que entende que eles merecem uma atenção maior. Na moção, ele solicita a redução de 50% da jornada de trabalho do pai ou responsável. “Hoje a Prefeitura de Piratuba tem funcionários de oito famílias que têm crianças ou adolescentes com necessidades especiais. Trabalhei por alguns anos no transporte escolar do município e convivi com alguns alunos. Posso afirmar que eles precisam e merecem uma atenção maior e ninguém melhor para isso, do que os pais”, explica. “Isso é uma ação que contribui para a inclusão social e bem estar destas crianças”, destaca.

O vereador registra que além de encaminhar moção de apelo, também já entregou o anteprojeto ao Executivo e com isso acredita que a sugestão pode virar lei municipal. “Pesquisei em outros municípios onde a jornada de trabalho reduzida para estes casos já é lei. Entreguei o projeto pronto, basta que o prefeito analise, sugira alterações se julgar necessário, e encaminhe novamente aqui para a Câmara, pois já tenho a aprovação dos colegas vereadores. Vou batalhar e argumentar o quanto for necessário para que a Prefeitura dê andamento e acredito que vamos sensibilizar o prefeito”, ressalta.

Na sugestão de Celsinho, os pais que forem beneficiados com a redução da carga horária, não têm alteração no salário. A proposta também registra que no caso em que pai e mãe de filho com necessidades especiais são funcionários, a redução da jornada é concedida para apenas um dos dois.

Reforço:

O assunto já foi pauta na Câmara de Vereadores de Piratuba em novembro de 2018, quando o vereador Luiz Gomes fez uma indicação com a mesma proposta. Na época ele fez as mesmas argumentações e também lembrou de casos em que funcionários que entraram na Justiça solicitando a redução de jornada, ganharam as causas. “Agora estamos reforçando esta indicação com a moção, queremos o bem destas crianças e das famílias”, finaliza José Celso.

Relatos:

Na época desta indicação a Rádio Aliança entrevistou dois servidores da Prefeitura de Piratuba, pais de crianças especiais. O fiscal de obras e tributos Ezequiel Machado e o técnico agrícola Ivo Weber. Ambos confirmaram que uma lei municipal seria importante. Relataram que os filhos precisam de acompanhamento diário para consultas médicas, terapias alternativas como psicólogo, fonoaudiólogo, em alguns casos na Apae ou na escola. Os dois destacaram que no dia-a-dia a presença do pai, da mãe ou de um familiar, é essencial para a capacitação e desenvolvimento social destas crianças.

Fonte: Cristiano Mortari - Rádio Aliança


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Procure sua notícia

Mais acessadas