segunda-feira, 23 de dezembro de 2019

Movimento pela redução do salário dos vereadores de Capinzal acontece hoje. Líderes sofrem ameças

Vereador Dorini e o advogado Baratieri sofrem ameaças por defender as propostas

Uma proposta de mudança no poder legislativo de Capinzal, liderada pelo advogado Noel Baratieri, pretende reunir apoiadores no centro de Capinzal na manhã desta segunda-feira, dia 23. Entre as proposições, estão a redução do número de vereadores de nove para sete, a redução do salário de R$ 4.736,00 para um salário mínimo, o fim do pagamento das diárias e a extinção dos cargos comissionados legislativos. A proposta prevê uma redução de mais de R$ 5 milhões aos cofres públicos.

O vereador Lucas Dorini, do MDB, passou a receber ameaças, inclusive de uma possível cassação de mandato, depois de defender publicamente as mudanças. O prefeito Nilvo Dorini já teria inclusive sido avisado das tramitações que podem ocorrer no poder legislativo.

Baratieri, também sofreu ameaças de outros vereadores e deve acionar o DEIC, o TCE, o PGJ, Ministério Público e Polícia Militar e Civil para investigar o caso. “Recebi ameaças inclusive com o objetivo de cancelar o evento e isso é inadmissível num país democrático como o nosso. Nossa proposta é para beneficiar a população e gerir com mais eficiência o dinheiro público. Vamos fazer o evento sim”, destacou.



Nenhum comentário:

Postar um comentário