quinta-feira, 29 de outubro de 2020

Capinzal: Homem que matou a ex-companheira é condenado há mais de 25 anos de prisão

Após quase 12 horas, a sessão do júri popular encerrou com a condenação de Ezequiel dos Santos, há 25 anos, quatro meses e dez dias de prisão. Ele também foi condenado ao pagamento de R$ 50 mil de indenização a família da vítima.

Por maioria, os jurados reconheceram a tese da acusação de crime triplamente qualificado e ocultação de cadáver.

O réu era acusado de matar a ex-companheira Raquel Morozini, de 23 anos, em julho 2019. A jovem morreu em 13 de julho de 2019, o seu corpo foi encontrado no dia 17 do mesmo mês no Rio Uruguai, próximo a ponte que liga os municípios de Campos Novos (SC) e Barracão (RS).

A sessão foi presidida pela Juíza Mônica Fracari. A Promotora de Justiça Francieli Fiorin, atuou na acusação enquanto o advogado Uriel Augusto Canalle, na defesa de Ezequiel.
O réu estava preso desde que o crime foi descoberto.

O júri aconteceu nesta  quinta-feira (29) nas dependências da Câmara de Vereadores de Capinzal.

Fonte: Rádio Barriga Verde 



Nenhum comentário:

Postar um comentário