Polícia Militar realiza operação Choque de Ordem em Capinzal e Ouro - Magronada

Procure sua notícia

Polícia Militar realiza operação Choque de Ordem em Capinzal e Ouro

A Polícia Militar realizou a operação Choque de Ordem em Capinzal e Ouro. Ao total, foram abordados mais de 90 veículos, vistoriados quatro estabelecimentos, lavrado 11 auto infração de trânsito, duas recusas de realizar o teste do bafômetro, dois condutores dirigindo sem habilitação, dois termos circunstanciados confeccionados, um deles pelo descumprimento do decreto da Covid-19, e outro pela posse de entorpecente. Além disto, um homem foi preso com mandado de prisão. A ação teve o objetivo de fiscalizar irregularidades no trânsito, busca por armas, drogas, e pessoas procuradas pela justiça.

Por volta das 18h30, de sexta-feira, dia 07, A Polícia Militar realizava fiscalização de trânsito no Acesso Cidade Alta, quando realizou a abordagem de uma Honda CG 150. Os policiais constataram que o condutor não era habilitado e tinha um mandado de prisão. Os militares deram voz de prisão e conduziram ele ao Presídio Regional de Joaçaba.

Ainda na fiscalização de trânsito, por volta das 21h, a Polícia Militar abordou um GM Celta. O condutor não tinha habilitação ou permissão para dirigir. Foi realizada as autuações de trânsito cabíveis e o veículo recolhido ao pátio do guincho.

Por volta das 23h48, a Polícia Militar prestou um apoio ao Corpo de Bombeiros. Um homem estava tentando suicídio na Ponte Irineu Bornhausen. Ele já havia sido contido e deixou o local com um familiar.

Por volta da meia-noite, deste sábado, dia 08, a Polícia Militar realizava rondas pelo Loteamento Nova Capinzal, quando abordou uma mulher. Durante a busca pessoal, os policiais localizaram 0,5 gramas de cocaína com ela. Os militares realizaram os procedimentos cabíveis e apreenderam o entorpecente.

Por volta de 00h10, a Polícia Militar constatou um descumprimento de medidas sanitárias preventivas vigentes por um estabelecimento na Rua Alexandre Zampieri, Capinzal. No local, havia aglomeração de pessoas, consumindo bebida alcoólica, jogando sinuca, resultando no descumprimento das determinações do decreto. Um termo circunstanciado foi confeccionado para a proprietária do estabelecimento, e realizado os demais procedimentos cabíveis.

Foto: Polícia Militar


Postagens mais visitadas

Wikipedia

Resultados da pesquisa