49 9 9113 9761

Mídia Integrada

Piratuba, Ipira, Capinzal, Ouro, Zortéa, Peritiba, Ipira







quarta-feira, 28 de julho de 2021

Por 5 votos a 4, Câmara de Vereadores Capinzal aprova divulgação da lista de vacinados contra Covid-19

Postado por:   Data: Pinterest

A Câmara de Vereadores de Capinzal aprovou na sessão de terça-feira (27) o Projeto de Lei Legislativo que dispõe sobre a publicação, no Portal da Transparência do município, a lista dos nomes das pessoas vacinadas contra Covid-19.

Os vereadores da bancada de situação: Almir Gotardo, Dalva Dalcortivo, Gilmar Junior da Silveira e Valmor de Vargas foram contrários.  Enquanto que os vereadores da oposição: Alexsandro Thomaz de Vargas, Ênio José Paggi, Jairo Hoffmann e Tiago de Oliveira Luz votaram a favor. Devido ao empate, coube ao presidente, Rafael Tonial o voto de mineira que decretou a aprovação do projeto.

O autor, Tiago de Oliveira Luz, reconhece que se trata de um projeto polêmico, mas justificou que o intuito de zelar pela transferência no processo de imunização. Citou que o projeto não é inconstitucional e a intenção como vereador é fiscalizar os atos do poder executivo e com parecer jurídico da assessoria interna. 

O parlamentar comentou que não será o único município a ter a referida lei, citou como exemplo as cidades de São Miguel do Oeste, Joinville, Formiga (MG) e o Tribunal de Justiça de São Paulo que declarou constitucional o projeto que também tramita junto a ALESC e com o apoio do Mistério Público de Santa Catarina e da OAB – Ordem dos Advogados do Brasil.  

O vereador Gilmar Junior da Silveira justificou que o voto foi contrato ao projeto pois o mesmo seria inconstitucional por ferir a Lei 13.709/2018 - Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD). Citou que recebeu parecer da assessoria que presta serviço a casa legislativa e a mesma teria concedido parecer contrário à exposição desses dados.

A lista deverá conter a data de nascimento da pessoa vacinada, idade da pessoa no dia da vacinação, número do cartão SUS da pessoa vacinada, data da aplicação da vacina (todas as doses), nome do profissional responsável pela aplicação da vacina, critério adotado para enquadramento da pessoa vacinada no plano de imunização vigente no dia da vacinação, registro do estabelecimento de saúde onde foi aplicada a vacina no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde – CNES, nome do laboratório responsável pelo fornecimento da vacina, código e lote da vacina aplicada.

No caso da priorização por doenças preexistentes – comorbidades – fica desobrigada a exposição do critério para enquadramento, devendo constar essa informação.

Em consonância com o disposto no artigo 23, inciso I, da Lei Federal nº 13.709/2018 – Lei Geral de Proteção de Dados, a Administração Municipal deverá informar o tratamento e o uso de dados pessoais relativos à vacinação contra a Covid-19 no Município de Capinzal fornecendo informações claras e atualizadas sobre a previsão legal, a finalidade, os procedimentos e as práticas utilizadas para a execução dessa atividade, no portal em que se publicam os dados oficiais referentes à pandemia do novo coronavírus.

A proposta segue agora para sanção ou veto do prefeito Nilvo Dorini (MDB).

Fonte: Rádio Capinzal



Nenhum comentário:
Write Comments

Postagens mais visitadas

Portal Magronada - https://magronada.com.br